ESTUDOS DIRIGIDOS 42 – 4° ESTUDO – SÉRIE: SERMÃO DO MONTE – TEXTO BASE: MATEUS 5: 21-26

ESTUDOS DIRIGIDOS 42

4° ESTUDO – SÉRIE: SERMÃO DO MONTE – TEXTO BASE: MATEUS 5: 21-26

INTRODUÇÃO: Após confirmar a lei, Jesus passa a ensinar uma justiça que excede a dos escribas e fariseus, Ele cita o Sexto Mandamento Êx 20:13 e resume a pena por sua transgressão Êx 21:12; Lv 24:17. Jesus compara o ódio ao assassinato, quem odeia o seu próximo diante de Deus já pecou, mesmo que esse ódio não seja exteriorizado em uma ação ofensiva.

PARA REFLETIR: Fica evidente que a intenção do coração equivale à ação e Jesus levou essa questão para um nível mais profundo. Muitas vezes, o propósito das palavras ásperas é despertar sentimentos negativos na vítima. A lição de Jesus foi: “Não apenas aqueles que matam são culpados de assassinato, mas também os que falam palavras rudes estão sujeitos ao inferno”. Jesus invoca a imagem do ‘Vale de Hinom’, um vale profundo ao sul de Jerusalém, que se tornou o local onde era depositado todo o lixo, carcaças de animais e até os corpos de criminosos executados para serem queimados. O fogo e a fumaça constantes, além dos vermes e o forte odor, criaram o símbolo do castigo eterno.

NA PRÁTICA: Assassinar é algo que se faz concretamente, o que leva ao julgamento perante os homens, mas rancor é algo que se faz no coração e tribunal humano algum julga alguém por ter ficado irado. A ira se torna pecado quando é sem um motivo justo ou se prolonga além do necessário. Leia Ef 4:26. Jesus, contudo diz que até aquilo que se faz no coração será levado a julgamento diante de Deus. Ele nos ensina que não adianta dizer que amamos a Deus com nossa adoração, se não estivermos bem com nossos irmãos. Leia 1ª Jo 3:15. Jesus está dizendo que não podemos ofender Leia Mt 5:22. Ele está dizendo que devemos buscar a paz. Leia M 5: 23, 24. Jesus nos exorta a tomar a iniciativa e nos reconciliarmos antes de ir para o altar prestar nosso culto, Deus não aceita culto e ofertas de quem guarda ódio ou mágoas no coração. Amados irmãos, nosso maior valor é a comunhão! Jesus não se sacrificou para que tivéssemos um belo prédio, mas sim para que tivéssemos uma bela comunhão com Deus e uns com os outros. Portanto, façamos todo esforço necessário para vivermos em paz e harmonia, em sublime comunhão e afeto, relevando as ofensas, perdoando e promovendo o perdão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *