Jesus e as Redes Sociais – Jesus na Contemporaneidade

 Por: Kevin Alvarenga

Hoje vamos falar sobre Jesus e as redes sociais. Abra sua Bíblia em Lucas 5.1-11, mas não leia ainda. Apenas passe o olho no texto.

Você deve estar se perguntando: porque esse texto???

Jesus sempre utilizava do contexto de seus ouvintes para ensinar lições. Nesse caso, Ele utilizou a situação daqueles homens: Fez um jogo de palavras e convidou aqueles pescadores a se tornarem pescadores de homens. Possivelmente, se Ele estivesse nos ensinando aqui na Terra hoje, Ele poderia ter feito esse mesmo jogo de palavras, porém no contexto das redes sociais.

Vamos entender a analogia aos poucos. Mas primeiro vamos conversar sobre as redes sociais.

Entende-se por rede social a interligação de pessoas. O homem é um ser que vive em sociedade. A conhecida frase “nenhum homem é uma ilha” faz muito sentido. Comportamentos antissociais, esquivos, ou ainda de isolamento podem, inclusive, ser sintomas de doenças.

A primeira rede social é a mãe e posteriormente a família. Isso pode ser muito bem observado no desenvolvimento da criança. Se você é mãe, pode ter reparado que com cerca de 9 meses de idade a criança começa a estranhar quem é de fora círculo familiar; para de ir no colo de todos e fica irritada com outras pessoas.


Pausa para primeira lição

Qual a melhor hora para começar a falar de Jesus para a criança? Eu diria que a partir da 21 semana de gestação, que é quando ela teoricamente vai começar a ouvir.

Ensine seu filho desde cedo sobre Cristo. Se Ele não for adicionado à rede social da criança, quando for mais tarde ela pode estranhá-lo.


Voltando às redes sociais…

Após a família, as pessoas encontram nova redes sociais, com pessoas de convívio, estabelecendo relações de dependência. Por exemplo: no trabalho (o chefe depende do empregado, o empregado depende do chefe), na escola (um aluno precisa do outro, seja para estudar, ou para brincar).

Com o crescimento tecnológico fomos literalmente bombardeados com novas redes sociais. Vimos a rápida ampliação das possibilidades de relações durantes os anos: correios, telefones, viagens a longa distância. Até que surgiu a internet, e as barreiras de comunicação foram quase que abolidas. Hoje podemos entrar em contato com quase qualquer um na terra e até fora da terra nas estações espaciais.

Isso é bom ou ruim?

A amplitude de alcance das redes sociais é capaz de ligar pessoas de outro lado do mundo e ao mesmo tempo afastar pessoas que moram na mesma casa.


Pausa para a segunda lição

O uso do virtual deve ser moderado. Não podemos perder contato com a realidade.


Agora vamos finalmente ler o texto: Lucas 5.1-11

A Bíblia é um livro maravilhoso. Cada um desses versículos tem muito a nos ensinar.

Nós como servos de Deus, devemos nos colocar a inteira disposição dEle. Ou seja, tudo o que temos e o que somos deve servir para a missão que Ele nos deu: sermos pescadores de homens.

O grande objetivo

Como colocar as redes sociais no serviço de Deus?

A resposta é: usá-las para sermos pescadores de homens.

# Primeiro passo para se tornar pescador de homens

O primeiro versículo nos fala da grande multidão que seguia a Jesus e que o encurralou na beira do lago. Os pescadores haviam descido do barco para limpar as redes.

Eles tinham acabado de passar a noite inteira na rede, e não pegaram nada; eles pegaram muitas algas, plâncton, galhos, sujeira… tudo menos peixes. Quando desceram do barco, a primeira coisa que fizeram foi lavar as redes.

Você quer que suas redes sejam úteis para Jesus? Lave-as. De nada serve redes sujas.

E esse é um importante tópico. Não deixe suas redes sujas com

  • Imagens inadequadas – meninas e meninos não postem fotos sensuais.
  • Não utilize palavras feias.
  • Frases e postagens que machucam pessoas ou as denigrem.
  • Você que é compromissado… cuidado!!! Nada de ficar flertando com o pecado.
  • No Snapchat – nada de nudes.
  • Pais, vocês sabem o que seus filhos estão postando?

Lave suas redes de todo lixo. Se você foi limpo pelo sangue de Jesus não pode deixar o seu eu virtual sujo.


Depois de lavadas as redes

Jesus entrou no barco para falar à multidão, e depois pediu para os discípulos levarem o barco para um local mais fundo e lançar as redes. Eles obedeceram. Pegaram muitos peixes. Um grande milagre. É aí que Jesus faz um grande desafio: de agora em diante serás pescador de homens.

# Segundo passo para se tornar pescador de homens

Entenda o significado disso

Jesus utilizou do contexto de pescadores para ensiná-los a pregar o evangelho. Entenda que você deve utilizar seu próprio contexto para pregar o evangelho. Assim, as redes sociais devem ser utilizadas para pregar o evangelho.


A partir de agora, para concluirmos, duas perguntas devem ser respondidas.

  • A primeira é “como?”
  • A segunda é “é eficaz?”

Como?

Cada um tem uma maneira particular de pregar o evangelho por suas redes sociais, seja publicando versículos, músicas, ou falando individualmente com pessoas.

Algumas dicas:

  • Não exorte as pessoas em público – chame no privado, ou melhor, fale pessoalmente.
  • Não compartilhe escândalos evangélicos.
  • Não compartilhe algo se não estiver certo da veracidade.
  • Não fofoque nas redes sociais nem em lugar algum.
  • Não se torne fanático religioso – tem gente que não suporta ouvir o evangelho. Alguns nos odeiam. Não reforce esse ódio. Mostre amor e respeito. Dê tempo. Deixe o Espírito Santo convencer as pessoas do pecado. Esse não é seu trabalho.

É eficaz?

Quem sou eu para saber? Nossa missão é pregar o evangelho. O Espírito Santo é quem vai convencer as pessoas. Alguns aqui vão achar que é eficaz. Outros vão achar que não. Agora imagine: e se o apóstolo Paulo tivesse essa ferramenta em mãos?? Ele que enfrentou fome, medo, picadas, prisões, naufrágios e até a morte para falar de Jesus.  E se ele tivesse as redes sociais nas mãos? Ele ficaria parado?

Pense nisso. Não desperdice o potencial dessa ferramenta, use-a para pregar o reino de Deus.


Para terminarmos, leia o versículo 11.

Após receberem a missão de se tornarem pescadores de homens, eles deixaram tudo e seguiram a Jesus.

Muitos nas redes sociais estão deixando de seguir a Jesus para servirem a ídolos evangélicos, ou para seguirem ao mundo.

Deixe tudo e se torne seguidor de Jesus.

E lembre-se: o Jesus da contemporaneidade é mesmo do passado, é o mesmo do início dos tempos, e o mesmo com quem viveremos para sempre.

Que Deus nos abençoe.


Kevin Alvarenga

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *