Mateus 4.18-22 – A vocação dos Discípulos

Esse trecho fala sobre o chamado dos primeiros discípulos e nos indica detalhes interessantes:

  • Este chamado é tão grandioso que se estende até nós nos dias de hoje.
  • Jesus busca as pessoas para acompanha-lo e trabalhar com Ele, ou seja, compartilha a sua missão com a humanidade, isso revela seu desejo de comunhão conosco.
  • Ele vai à busca de simples pescadores, pois o que importa não é o conhecimento cientifico, títulos acadêmicos. Aquele que prega por Jesus não precisa demonstrar nada senão fé, testemunhar a verdade do amor de Deus, a certeza da ressurreição de Cristo.
  • A vocação acontece junto ao mar da galileia, lugar onde o povo da galileia vive e trabalha, o chamado não é feito em um ambiente religioso, mas onde as pessoas vivem a sua vida cotidiana.

Dois aspectos pessoais de Jesus

Primeiro, Jesus chama cada um do seu modo, numa experiência singular com o seus eleitos. Segundo, a simplicidade na pregação de Jesus ao utilizar de situações do cotidiano.


 

Imediatamente

Os discípulos imediatamente o seguiram. Imediatamente é uma palavra chave desse trecho. É um exemplo para nós, porque, hoje em dia muitos crentes procrastinam esse chamado.

SOBRE O CHAMADO

O chamado de Jesus é irresistível e os faz capaz de renunciar a sua família e trabalho para seguir Jesus. Essa ruptura é muito diferente da noção de abandono que vem a nossa mente. Precisamos entender que para servirmos a Jesus não precisamos ser mendigos ou indigentes ou não podemos ter posses, ou até mesmo desfrutar de relacionamentos pessoais de amizade, mas devemos amar a Deus acima de todas as coisas e saber que o maior propósito da nossa vida é cumprir o chamado dele de sermos seus discípulos e pregar o evangelho. Para o Judeu fazer parte de uma família era sinal de prestigio e honra. Precisamos entender que a nossa dependência de Deus precisa ser maior que a nossa dependência econômica e social.

Ser ou não ser, eis a questão…

A grande questão do cristão sempre foi: Qual é o meu chamado, vocação, dom, talento, qual é a minha função no corpo de Cristo, qual é o meu papel no reino de Deus? Ninguém pode escolher ou decidir isso por você. Talvez Deus se antecipe colocando no seu coração tal desejo juntamente dando-lhe a capacitação. Ele vai fazer brotar no seu coração a vontade de servi-lo. O Chamado de Deus não é maçante, pelo contrario, é agradável, te traz paz, jamais ansiedade ou medo.

largar as redes

O que representa as “largar as redes (de pesca)” pra você? Talvez tenha algo que te atrapalhe a seguir a Jesus. Um pecado, um relacionamento, um vício. Pergunte pra você mesmo o que você precisa largar para seguir Jesus e tome uma decisão de coragem hoje para exercer seu ministério.

tá nervoso? vá pescar!

Os pescadores devem ser pacientes e perseverantes ao perceber que o resultado do seu trabalho não corresponde ao esforço empregado. Do mesmo modo vamos enfrentar adversidades em nosso ministério. Precisamos lembrar que fomos vocacionados por Jesus e que Nele o nosso trabalho nunca é em vão.

E eu com isso?

Jesus nos chama para segui-lo, e o chamado dos discípulos é um chamado também a nós que somos seus discípulos. “Seguir” ou “vinde após mim” não significa somente ir atrás de Jesus, mas aceitar a sua doutrina, entregar-se a sua vontade, colaborar com a sua missão, partilhar do seu destino que é a morte e glorificação. E o mais difícil: Renuncia, Negar sua própria vontade para fazer a vontade de Deus.

Os discípulos são chamados para serem pescadores de homens, ou seja, ser pessoas que vão praticar essa atividade missionaria de atrair mais pessoas ao reino de Deus pela pregação do evangelho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *